Skip to content
Setembro 1, 2015 / yurios

Falta

Não há suspiros, não há rubor

não há arroubos descontrolados

não há encanto, não há amor

não há olhares apaixonados

Não há confissões, não há acuidade

Não há aqueles carinhos tão sutis

Nem aquelas tentativas tão gentis

Formadoras da intimidade

Não há certezas para comemorar vitórias

Não há narração para clamar as glórias

Há apenas a marcha sem brados de guerra

Há apenas as emboscadas sem gritos de alerta

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: